quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Como limpar o Camarão Inteiro (filé de camarão)

Limpar camarão não é um trabalho muito fácil, nem tão pouco prático. No vídeo abaixo, mesmo com toda a experiência do chef de cozinha, foi necessário mais de 1 minuto para limpar apenas 1 camarão. Normalmente 1Kg de camarão inteiro médio possui cerca de 50/60 camarões. O que levaria cerca de 1hora para limpar todos.

Cabeça e cascas representam aproximadamente 50% do camarão. Dependendo da maneira como ele é limpo - com vísceras e sem vísceras, com e sem a cauda-, quando você compra 1 Kg de camarão inteiro para limpar, depois de limpo você terá menos de 500 gramas de filé.

Fazendo uma conta simples, se você precisar de 1 Kg de de filé de camarão e só encontrar Camarões Inteiro, saiba quanto você estará pagando pelo filé.

(Isso é claro, sem calcular o trabalho e a sujeira que terá ao limpar os camarões)

2 Kg de Cam inteiro à R$ 15,00 equivale R$ 30,00 pra ter 1 Kg de filé
2 Kg de Cam inteiro à R$ 16,00 equivale R$ 32,00 pra ter 1 Kg de filé
2 Kg de Cam inteiro à R$ 17,00 equivale R$ 34,00 pra ter 1 Kg de filé
2 Kg de Cam inteiro à R$ 18,00 equivale R$ 36,00 pra ter 1 Kg de filé
2 Kg de Cam inteiro à R$ 19,00 equivale R$ 38,00 pra ter 1 Kg de filé
2 Kg de Cam inteiro à R$ 20,00 equivale R$ 40,00 pra ter 1 Kg de filé

Na loja do Camarão Vermelho, você encontra os melhores camarões, inteiros ou simplesmente sem cabeça, descascados e sem vísceras(filé) para preparar suas receitas da forma mais conveniente.

Obs.: prefira o Carmarão Inteiro para assá-los na grelha, fritá-los na chapa com azeite, no óleo ou na cerveja.

sábado, 22 de outubro de 2011

Entrevista para a Blitz GloboFest: Dia do Médico


Entrevista para a Blitz GloboFest no evento em homenagem ao Dia do Médico

Dia do Médico, Clube dos 100, 07/10/2011
Santo Antônio de Jesus, Bahia

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Setembro é o mês dos Carurus


“São Cosme mandou fazer duas camisinhas azul, no dia da festa dele, São Cosme quer caruru”.
Os bons baianos sabem que esta é uma das canções mais famosas para homenagear os santos gêmeos.

São Cosme e Damião são santos católicos com grande receptividade entre as camadas afro-brasileiras do Recôncavo baiano

No sincretismo religioso Cosme e Damião são os orixás Ibeji, filhos gêmeos de Xangô e Iansã, divindades protetoras do parto duplo, amigos das crianças e responsáveis por agilizar qualquer pedido em troca de doces – daí um outro costume que é o de distribuir doces para crianças no dia 27 de setembro.

Os devotos de santos gêmeos  costumam “dar Caruru” em suas casas durante o mês de setembro.

A tradição manda que os primeiros a serem servidos são os donos da festa: São Cosme e Damião. As oferendas são precisamente colocadas no altar decorado para a ocasião Procedida a cerimônia, chamam-se então os sete meninos para iniciar a comilança e só então o restante dos convidados podem comer.

Independente da crença, os carurus são bons momentos para confraternizar com a família e os amigos.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Semana do Peixe

O Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) em parceria com o Ministério da Saúde realiza entre os dias 11 e 24 de setembro a Semana do Peixe. A 8ª edição da Campanha tem como principal objetivo incentivar o brasileiro a consumir pescado regularmente com foco na alimentação saudável.

O consumo regular de pescados traz benefícios à saúde. De modo geral, os peixes são boas fontes de todos os aminoácidos essenciais, que ajudam a formar as proteínas, necessárias para o crescimento e a manutenção do corpo humano. São também fontes importantes de ferro, vitamina B12, cálcio e gorduras essenciais, fundamentais ao bom funcionamento do corpo.

O Brasil tem pescado para todos os gostos. E é produzido por milhares de homens e mulheres que vivem da pesca ou do cultivo. Por isso, o Governo Federal apresenta a Semana do Peixe.


Vários tipos de pescado são fontes de ômega 3, que é encontrado principalmente em peixes como atum, pintado, sardinha, arenque, anchova, tainha, bacalhau e truta. O ômega 3 auxilia na manutenção de níveis saudáveis de triglicerídeos, desde que associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis. Tanto os peixes de rio como de mar fazem bem à saúde.

Para ter esses benefícios é preciso consumir de 1 a 2g de ômega 3 por dia
O aumento do consumo de peixe é um ótimo caminho na busca de uma alimentação saudável. Por isso, é importante estimular esse hábito em crianças e adolescentes. O teor de gordura nos peixes é baixo, fazendo deles uma ótima opção de proteína. Para uma alimentação mais saudável, o Ministério da Saúde recomenda o consumo de duas porções de peixes por semana.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Filé de Surubim sem pele


O Surubim é um peixe de couro que habita os rios brasileiros de norte a sul, fazendo parte da família dos bagres. Preparado na chapa ou assado na Brasa (Sim!, como churrasco) é uma fina iguaria.

Na loja do Camarão Vermelho, você encontra os filés de Surubim sem pele entre 500gr à 1 Kg.

Conheça uma deliciosa receita de Surubim: Churrasco de Surubim

Churrasco de surubim ou Surubim na brasa


Ingredientes:
1 Kg filé de surubim
1 limão
1 alho
Sal a gosto
Pimenta do reino
----
Polpa de Tomate
Azeite de oliva
Leite de coco

1 - Os filés devem ser fatiados em pedaços de mais ou menos 6cm de largura. Tempere e deixe marinar por 1 hora como caldo de limão, alho-e-sal (pouco sal) e pimenta-do-reino.

2) Com o fogo em brasa, coloque os filés na grelha e leve ao fogo.

3) Após alguns minutos expostos ao calor das brasas, cobrem-se os pedaços de surubim com um molho feito de extrato-de-tomate, azeite e leite de coco.
Vire a grelha algumas vezes, para que o peixe fique bem assado em ambos os lados.

Os filés ficarão assados, crocantes por fora e suculentos por dentro. O tom avermelhado é convite ao paladar.

Nem é preciso dizer, mas serva quente. Acompanhado de batatas gratinadas reforçará ainda mais o prazer em degustá-lo.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Dica de Receira: Siri-mole ou Siri-melado



Ingredientes:
1 pacote de siri-mole
02 Tomates
01 Cebola
1/2 Pimentão
Coentro de Peixe (quanto baste)
Coentro Miúdo (quanto baste)
1 dente de alho
2 colheres de sopa de Azeite de oliva (também chamado de azeite doce)
Azeite de Dendê (pouco)
Leite de coco
2 ovos

Modo de preparo:
Descongele o siri-mole na geladeira de um dia para o outro.

No dia do preparo, coloque os siris-mole com água e limão numa vasilia para que seja limpo, depois reserve apenas o siri, descartando a água.

Corte os temperos em tamanho pequeno (tomate, cebola, pimentão, coentros e alho) e coloque numa panela junto com o siri-mole. Se gostar, pode colocar acrescentar pimenta de cheiro.

Acrescente um pouco de sal, o azeite oliva, o azeite dendê (pouco, apenas para dar gosto). Deixe temperar por 15 minutos.

Leve ao fogo para cozinhar e quando começar a fervura, acrescente o leite de coco.


O pulo do gato: 
Depois da moqueca pronta, antes de servir, se quiser experimentar incrementar o prato para o chamado siri-melado, basta bater os ovos em clara em neve e gema (como usado em frigideira/omelete), acrescentar um pouco de farinha de mandioca à mistura (a utilizada no almoço) e joguar em cima da moqueca. Deixe a moqueca abafada por cerca de 2 ou 3 minutos e logo em seguida sirva.

Veja o resultado da receita em vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=efj0IR0SWkw

Conheça outras receitas 

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Receita: Lombo de bacalhau dessalgado


Deu aquela vontade de comer um bacalhau mas só de pensar no trabalho para dessalgar você já pensa em desistir? Agora você pode preparar de maneira bem prática o lombo de bacalhau, vendido já dessalgado. conheça mais sobre o produto aqui e curta a receita deliciosa logo abaixo.

Ingredientes:
- 1 caixa de Lombo de Bacalhau dessalgado (1 kg)
- Batata em rodelas (crua)
- 2 Cebola em rodelas
- 1 Pimentão em rodelas
- 2 Tomate em rodelas
- Azeitonas sem caroço a gosto
- 2 Ovos cozidos em rodelas
- 250 ml Azeite de oliva extra virgem
- Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Descongele o lombo de bacalhau, preferencialmente na geladeira, de um dia para o outro.

Lavar o bacalhau em água corrente e temperar com um pouco de sal e pimenta do reino. Reserve.

Em um refratário de vidro, coloque um pouco de azeite e forre o fundo com as rodelas de batata. Regue as batatas com uma quantidade generosa de azeite de oliva e coloque o bacalhau por cima das batatas. Depois, arrume, a seu gosto, a rodelas de cebola, pimentão, tomates, ovo e azeitonas por cima do bacalhau.

Pegue um pouco da água de conserva das azeitonas e acrescente um pouco de água (para diminuir o sal) e regue o bacalhau. Acrescente o restante do azeite de oliva.

Cubra o refratário com papel alumínio e leve ao forno médio, pré-aquecido, até que o líquido comece a ferver. Retire o papel alumínio e deixe no forno mais 5 ou 10 minutos ou até que o bacalhau fique um pouco dourado.

Pronto, agora é só servir e apreciar!!

Na loja do Camarão Vermelho, vc encontra o Lombo de Bacalhau Dessalgado Bom Porto. Clique aqui para saber mais.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Receita: Caldo de Sururu


Ingredientes:
1 kg sururu
1 frasco pequeno de leite de côco
½ kg batata do reino
2 cenouras
2 cebolas
2 tomates
1 pimentão
4 dentes de alho
½ xícara de azeite de oliva
1 xícara de pó de camarão
2 colhes de sopa extrato de tomate

Modo de fazer
1. Lave o sururu , escorra, coloque na água com limão por 20 minutos, escorra novamente e
leve ao fogo com água e sal.
2. Cozinhe as verduras e bata no liquidificador.
3. Bata os temperos no liquidificador e recheei no azeite com o extrato de tomate.
4. Bata no liquidificador a metade do sururu, o pó de camarão e o leite de côco.
5. Junte tudo e coloque a outra parte do sururu e leve ao fogo, corrija o sal.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Lombo de Bacalhau Dessalgado


Esqueça deixar o bacalhau de molho! Uma limitação para o consumo do bacalhau no dia a dia sempre foi o fato de que precisava ser programado com antecedência, já que podia exigir até 48 horas de molho para hidratar e tirar o sal excessivo.

O bacalhau dessalgado abrevia o tempo de hidratação e o trabalho de ficar trocando a água para retirar o sal. As postas dessalgadas são indicadas a qualquer tipo de preparo - basta descongelar. E são ideais para assar, grelhar ou cozinhar.




Na Camarão Vermelho você encontra o Lombo de Bacalhau dessalgado da Bomporto de 1Kg. Peças de excelentíssima qualidade, boa altura e de sabor inigualável.


Não sabe como preparar o Lombo de bacalhau dessalgado? Veja aqui a Receita: Lombo de bacalhau dessalgado

Conhecendo um pouco mais sobre o Camarão


Existem na natureza inúmeras espécies de camarões comerciais.

Os camarões mais comumente encontrados e pescados em todo litoral brasileiro são: camarão rosacamarão brancocamarão pistola camarão sete barbas, todos subespécies do Penaeus spp.


O camarão cinza ou litopenaeus vannamei ou simplesmente Vannamei, originário do oceano Pacífico, aqui no Brasil é cultivado em viveiros de água salgada (fazendas de camarão), principalmente nos estados do Nordeste (RN, CE, PE, PB e BA). Esta é a espécie mais comumente produzida e processada pela Indústria Alimentícia. O vocábulo “cinza” refere-se à cor do camarão cru, uma vez que cozido, ele adquire a cor vermelha.

Obs.: A expressão spp. após o nome do gênero representa que o mesmo possui diversas espécies.

Outras matérias sobre camarão
- Camarão de Maricultura x Camarão de Pesca
O Camarão Fresco é realmente fresco?

O Camarão Fresco é realmente fresco?

O mercado denomina o camarão conservado no gelo de “camarão fresco”, mesmo que já tenha se passado alguns dias desde a sua pesca.

Em cidades não litorâneas, os camarões são deste tipo. Após a pesca, o camarão é colocado no gelo para viagem e, de cidade em cidade o camarão, tido como "fresco", vai absorvendo a água, podendo ter aumento de 30% ou mais no seu peso.

No gelo ele deveria ser conservado por no máximo 5 dias, sendo que muitos ambulantes sem escrúpulos passam desse período. A comercialização feita desta forma põe em risco a saúde do consumidor, pois são produtos sem fiscalização sanitária, freqüentemente sem documentação fiscal e pescados sem preocupação ambiental, muitas vezes desrespeitando os períodos de reprodução das espécies.

A venda de camarão fresco é também um problema de saúde pública, pois sendo o camarão um alimento que requer cozimento rápido (3 minutos em média), este tempo é insuficiente para eliminar doenças que porventura venham com a água que ele absorve (tifo, disenteria , etc). 

As principais diferenças entre o camarão congelado e o camarão fresco são listadas logo abaixo:

Camarão conservado no gelo (fresco)
- O camarão fresco normalmente possui elevado teor de água. O cliente estará pagando água pelo preço do camarão.
- O camarão fresco dura somente 5 dias, após o qual começa a se deteriorar.
- O camarão fresco, quando cozido, reduz muito o seu tamanho (perde a água que foi incorporada).
- Juntamente com a água perdida no cozimento, vai o sabor.

O camarão congelado
- O camarão congelado não possui água incorporada.
- O camarão congelado, quando mantido a –18º C, dura mais de 1 ano sem perder nenhuma de suas características e qualidade.
- O camarão, quando não tem água incorporada, possui um sabor inigualável e pouco reduz de tamanho, se cozido corretamente.
- Uma vez descongelado, o camarão deve readquirir todas as características do camarão fresco, como se ele tivesse sido pescado há cerca de 3 horas.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Camarão de Maricultura x Camarão de Pesca

O camarão é um animal com características bastante peculiares: uma vez pescado e morto ele começa a absorver água, aumentando seu peso. Por este motivo é necessário congela-lo o mais rapidamente possível, para garantir a qualidade do produto.

Os camarões de pesca (rosa, branco, pistola ou sete barbas), normalmente são mantidos em gelo nos barcos e logo depois vão para os centros urbanos ainda nesse tipo de conserva. Dessa forma, eles vão absorvendo a água, podendo chegar a ter aumento de 30% ou mais no seu peso.

Já os camarões de Maricultura (cinzas), cultivados nas fazendas passam por um rígido controle de qualidade e inspeção, garantindo, entre outras coisas, que o camarão não ultrapasse 3% de água. Logo depois da despesca (*) os camarões são desinfetados e abatidos seguindo imediatamente para resfriamentocongelamento ou pré-cozimento/salga/defumação

Desinfecção
O cloro é um potente desinfetante com poder oxidante. Nesta etapa de beneficiamento, os camarões recebem uma lavagem com água clorada de concentração mais elevada do que a habitual, em torno de 5 ppm ou mais, por aproximadamente três minutos, tendo em vista eliminar microrganismos como Vibrio cholerae (causador da cólera), Coliformes, Salmonella, entre outros.

Abate
O mesmo procedimento da desinfecção deverá ser realizado com os camarões na técnica de abate, através da imersão dos recipientes vazados, em água contendo bastante gelo picado, de tal forma a manter a temperatura entre 20ºC e 30ºC. Após, aproximadamente, três minutos de imersão, os camarões estarão mortos por choque térmico e prontos para serem comercializados frescos ou processados através de técnicas de congelamento, pré-cozimento, etc.

(*) O termo despesca é utilizado, na aqüicultura, para definir a operação de retirada do organismo cultivado do viveiro quando este o tamanho comercial.


O camarão que você compra na rua é realmente fresco? Saiba mais aqui

segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Carapaça da Lagosta

A lagosta vive tranqüilamente no fundo do mar, protegida pela sua carapaça dura e resistente. Mas, dentro da carapaça, a lagosta continua a crescer. Ao final de um ano, sua casa fica pequena e ela tem de enfrentar um grande dilema: ou permanece dentro da carapaça e morre sufocada ou arrisca sair de lá, abandonando-a, até que seu organismo crie uma nova carapaça de proteção, de tamanho maior, que lhe servirá de couraça por mais um ano.

Vagando no mar, sem a carapaça, a lagosta fica vulnerável aos muitos predadores que se alimentam dela. Mesmo assim, ela sempre prefere sair. Dentro da carapaça, que se transformou em prisão, ela não tem nenhuma chance. Fora, sim. Também nós, muitas vezes, ao longo da vida, ficamos prisioneiros de várias carapaças: os hábitos repetitivos, os condicionamentos alienantes, as situações às quais nos acomodamos mas que, exauridas e desgastadas, nada mais têm para nos oferecer. E acabamos, por falta de coragem de mudar, nos acostumando ao tédio de uma vida monótona que, fatalmente, como a velha carapaça da lagosta, acabará por nos sufocar.

Façamos como a lagosta: troquemos a velha e apertada carapaça por uma nova. Mesmo sabendo que, por algum tempo, estaremos desprotegidos ao enfrentar uma nova situação. Largar o velho e abraçar o novo é, muitas vezes, a única possibilidade de sobreviver por mais um ano. Até que cresçamos ainda mais e, novamente, tenhamos de mudar de carapaça.


Texto de Luis Pellegrini

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Camarão Tropical (camarão no abacaxi)



Ingredientes:
- 1 Kg de filé de camarão (sem cabeça e sem casca)
- 01 abacaxi
- 01 pote de requeijão
- 01 lata de creme de leite
- 600ml de leite
- Azeite
- Sal
- Alho ralado
- Cebola ralada
- Amido de milho (marca: Maizena)

Modo de preparo:
- Corte a coroa do abacaxi, com cuidado para não cortar a casca. Divida o abacaxi ao meio. Retire o miolo de ambos os lados, com ajuda de uma colher. Descarte metade da polpa que você removeu e a outra metade pique em cubos e separe.

- Refogue a cebola e o alho com azeite em uma panela grande e adicione o leite. Quando estiver quase fervendo, adicione o pote de requeijão, mexa até que ele dissolva no leite, adicione sal a gosto e depois engrosse o molho com o Amido de Milho (Maizena) diluido em um pouco de leite. Pronto, o molho está praticamente pronto, reserve.

- Refogue um pouco de alho e cebola com azeite em uma frigideira grande e coloque 1/2 do camarão na frigideira. Refogue por uns 3 minutos (até o camarão mudar de cor) e separe. Faça a mesma coisa com a outra metade do camarão!

Pronto, agora você já está com tudo pronto para começar a montar o prato!

Aqueça o molho que você preparou, quando estiver bem quente, jogue o camarão (com o caldinho que sobrou do seu refogado) no molho, adicione o pote de creme de leite, desligue o fogo e só então misture os cubos de abacaxi (se colocar o abacaxi antes, ele pode ficar amargando).

Agora é só servir o camarão dentro do abacaxi e aproveitar esse espetáculo de prato!
Para acompanhar não precisa nada mais que um arroz branco e batata palha de saquinho mesmo!

No Camarão Vermelho, você encontra diversos tamanhos de filé de camarão para a sua receita.
Visite a nossa loja! <mapa>

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Bacalhau com Requeijão

Ingredientes:
- ½ quilo de bacalhau desfiado já dessalgadas;
- 1 colher de sopa de amido de milho;
- 2 colheres de sopa de salsa picada;
- 1 colher de suco de limão;
- 3 colheres de sopa de óleo;
- 2 e ½ xícaras de chá de leite;
- 1 xícara de chá de Requeijão Aviação;
- 2 cebolas médias cortadas em rodelas finas;
- 2 tomates picados (sem pele e semente);
- 2 cubinhos de caldo de galinha;
- 1 gema

Modo de preparo
- Cortar as lascas de bacalhau em cubos regulares.
- Refogar a cebola em óleo quente, juntar o tomate e mexer para desmanchar.
- Acrescentar o bacalhau, 2 xícaras de leite e o caldo de galinha. Tampar a panela e cozinhar em fogo baixo por 15 minutos.
- Juntar o amido de milho desmanchado no leite restante, o suco de limão, a salsa e o requeijão, mexer com cuidado, por alguns minutos.
- Servir ainda quente.

Na Camarão Vermelho, temos os o bacalhau desfiado em pacotes de 1Kg e também o Bacalhau Saithe Imperial 16/20.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Mexilhões no vinho branco



Ingredientes:
1 kg de mexilhões frescos, bem lavados
50 g de manteiga
2 cebolas cortadas em tiras
3 talos de salsão picados (aipo)
2 folhas de louro
1 copo (250 ml) de vinho branco seco ou a gosto
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
- Em uma panela com tampa (use uma funda se for o mexilhão meia-casca, já que os mexilhões tomam muito volume), coloque a cebola cortada em tiras, o salsão e refogue por um minuto ou até ficarem macios.

- Junte os mexilhões, regue com o vinho branco e tampe a panela. Balance-a de vez enquando para que o mexilhão cozinhe por igual (cerca de 8 à 10 minutos). Os mexilhões tendem a ficar com a aparência leitosa e levemente alaranjada. Caso queira-os mais cozidos, tampe a panela e aguarde mais alguns minutos.

- Tempere com sal e pimenta já nas vasilhas de servir.

- Ao caldo restante na panela, junte a manteiga e deixe reduzir um pouco em fogo brando. Assim que levantar um pouco de fervura, regue os mexilhões e sirva imediatamente.

Dica: sirva com uns pedaços de baguette (pão tipo bisnaga) por perto, pra comer com o molho delicioso.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Mexilhões meia-casca ao Vinagrete

Ingredientes para 4 pessoas:
1 kg de mexilhão meia-concha
1 cebola picada
4 dentes de alho picados
1 pimento laranja cortado em cubinhos
2 tomates maduros cortados em cubinhos
1/4 de pimento verde cortado em cubinhos
Salsa picada quanto bastar
150 ml de azeite
80 ml de vinagre de espumante
Sal quanto bastar
Pimenta quanto bastar


Preparação:
1. Numa panela com água, tempere com sal.
Quando estiver a ferver, coloque os mexilhões meia-concha.
Logo que comece a ferver, retire-os com uma espumadeira para uma travessa e espalhe-os bem.

2. Numa tigela, junta a cebola picada, os alhos picados, o pimentão laranja, o tomate, o pimentão verde e a salsa picada.
Tempere com sal e pimenta.
Junte o azeite e o vinagre. Misture tudo muito bem.

3. Espalhe bem o picado sobre os mexilhões.
Leve à geladeira durante 3 horas para ficar bem fresco e saboroso.

Em nossa loja, você encontra os mexilhões de 3 formas: 
- meia casca em pacotes de 1Kg
- catado em pacotes de 300gr
- catado em pacotes de 1Kg

Escolha a que melhor se adequa à sua receita.

domingo, 3 de abril de 2011

Peixe: Tilápia e Tilápia estuarina

tilápia, peixe de origem africana, é geralmente cultivada no Brasil em água doce. A tilápia estuarina é uma variedade criada no local de encontro de águas doce e salgada que ganha um sabor levemente salgado, tem carne mais macia, com menos gordura e rica em Ômega 3, é muito apreciado entre os consumidores de pescado.

Os dois tipos você encontra na Camarão Vermelho. 
Confira as receitas de tilápia logo abaixo.

Tilápia à moda Baiana (moqueca)

Não é muito comum, mas a tilápia pode ser usada pra preparar uma excelente moqueca. Confira a receita.

Ingredientes: 
1 kg de filés de Tilápia
4 tomates maduros cortados em rodelas
2 pimentões fatiados e sem sementes
1 cebola grande fatiada
Salsa picadinha
200ml leite de coco
Azeite de dendê a gosto
Azeite de oliva a gosto

Modo de fazer a moqueca: 
Na véspera, tempere os pedaços de tilápia com limão, pimenta branca e uma mistura de sal com alho moido.

- No momento de preparar o prato, refogue a cebola no azeite, junte o pimentão, os tomates e a salsinha. Tampe a panela e deixei cozinhar por 1 minuto.
- Em uma panela de barro ou de vidro refratário arrume os temperos refogados, seguida pelos filés de tilápia e depois acrescente o restante da mistura refogada
- Cubra com o leite de coco e regue com azeite de dendê a gosto.

Leve ao forno por 40 a 50 minutos, até que os filés estejam cozidos.
Rendimento: 6 porções.
Sugestão de acompanhamento: arroz branco, pirão e farofa

Tilápia no tomate

Uma ótima receita de tomate assado recheado com filé de tilápia

Tempo de preparo: 45min

Ingredientes:
4 Tomates maduros grandes
4 Filés de tilápia
Limão
Pimenta
Sal
Sugestão de acompanhamento: spaghetti ao sugo

Modo de preparo
Cortar os filés de tilápia ao meio, no sentido do comprimento. Temperar com limão, sal e pimenta e reservar por pelo menos meia hora. Enquanto isso, pegue os tomates maduros e tire o miolo, até atravessar o outro lado do tomate. Não coloque muita força na faca, cuidado para não se machucar. Reserve todo esse miolo com o sugo e as sementes em uma peneira, em cima de um recipiente.

Com delicadeza, encaixar os filés dentro dos tomates. Colocá-los numa assadeira comum e cobrir com papel alumínio. Levar ao forno por 15 minutos, retirar o papel alumínio e deixar por mais 15 minutos. Enquanto isso, você penera todo o miolo dos tomates para obter o sugo, e com isso pode fazer o molho refogado. Se tiver pouco sugo pode completar com extrato de tomate bem equilibrado.

fonte: http://www.receitas.com/

Tilápia assada com queijo parmesão

Tempo de preparo:5 min
Tempo de cozimento: 30 min
Serve: 8 pessoas


Um prato que requer pouca preparação, ótimo para fazer quando você está com pressa.

Ingredientes
1/2 xícara (100 g) de queijo parmesão
1/4 xícara (55 g) de manteiga amolecida
3 colheres (sopa) de maionese
2 colheres (sopa) de suco de limão (siciliano ou taiti)
1/4 colher (chá) de manjericão seco
1/4 colher (chá) de pimenta-do-reino moída
1/4 colher (chá) de sal
1 kg de filé de tilápia

Modo de preparo
1. Preaqueça o forno em temperatura alta. Unte uma assadeira ou forre-a com papel alumínio.

2. Em uma tigela pequena, misture o queijo parmesão, a manteiga, a maionese e o suco de limão. Acrescente o manjericão seco, o sal e a pimenta. Misture bem o molho e deixe-o separado.

3. Arrume os filés de tilápia na assadeira, deixando-os em uma única camada. Leve os filés ao forno, quando começarem a dourar vire os filés e deixe o outro lado dourar um pouco. Tire a assadeira do forno e jogue o molho preparado por cima dos filés. Ponha o peixe de volta ao forno e deixe-o assar até que o molho tenha dourado e o peixe consiga ser cortado com um garfo. Tome cuidado para não assar demais.

Dica:
Caso o seu forno tenha a opcão grill - dourar/gratinar, doure o peixe durante 2 a 3 minutos, depois vire-o e deixe que o outro lado grelhar também. Quando o peixe for colocado de volta ao forno, doure ele por aproximadamente 2 minutos,

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Involtini de Linguado e Camarão

A Sadia resolveu dar uma pequena ajuda e publicar uma receita de Linguado envolto em camarão.
Receita fácil num vídeo bem produzido. Clique, espere carregar e assista.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Ingredientes da Receita de Linguado com batata

Ingredientes:
700 g de batata (cortada em rodelas finas)
1 kg de filé de linguado
1 cebola pequena ralada
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Suco de 1 limão (médio)

Molho:
3 xícaras (chá) de leite
1 colher (sopa) de margarina
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de noz-moscada
1 gema
Queijo ralado a gosto
1 colher (sopa) rasa de amido de milho

Modo de preparo
Cozinhe a bata em água e sal, escorra e reserve
Tempere o peixe com a cebola, o sal, a pimenta e o limão
Deixe no tempero por pelo menos 15 minutos

Molho:
Leve ao fogo o leite com a margarina e o amido, mexendo sempre até engrossar
Retire do fogo, tempere com sal, pimenta e a nós moscada
por ultimo acrescente a gema misturando bem

Montagem:
Em um refratário (grande) untado coloque camadas de batata, molho e peixe, terminando com o molho
Polvilhe com queijo ralado e leve ao forno quente (temperatura média) por 30 minutos
Sirva quente

Filé de Linguado ao Forno



Ingredientes:
1/2 quilo de filé de linguado
1/2 colher (chá) de sal
1 xícara (chá) de maionese
2 bastões de palmito cortados em rodelas médias
2 colheres (chá) de salsinha picada
3 colheres (sopa) de farinha de rosca
1 tomate grande, sem sementes, picado

Para untar e polvilhar:
- maionese
- farinha de rosca

Modo de Preparo
Pré-aqueça o forno em temperatura média (180°C)
Unte e polvilhe um refratário pequeno (26 x 16 cm)
Reserve
Em uma tigela média, junte o filé, o sal e meia xícara (chá) da maionese
Misture e divida os filés em duas porções
Faça uma camada no fundo do refratário reservado com uma das porções de filé
Cubra com o palmito e salpique a salsinha
Espalhe o restante da maionese e cubra com o restante dos filés
Polvilhe a farinha de rosca e espalhe o tomate
Leve ao forno por 20 minutos ou até dourar levemente
Sirva em seguida

VARIAÇÃO
Substitua o palmito por brócolis refogados.

DICA
O linguados vendido na Camarão Vermelho já é vendido sem pele e sem espinhas (filé).

sexta-feira, 25 de março de 2011

Entrevista na Rádio Recôncavo FM 98.5


Hoje, Almiro Leal, proprietário da Camarão Vermelho, participou ao vivo do programa Face a Face com você da Rádio Reconcavo FM (98,5), apresentado por Marcus Augusto. Numa conversa descontraída, Almiro, mais conhecido como Almirinho, pôde esclarecer algumas dúvidas de Marcus, e também da população, sobre a nova loja especializada em pescados e frutos do mar inaugurada essa semana em Santo Antônio de Jesus.

Com uma proposta inovadora na cidade, a Camarão Vermelho traz para a população uma grande variedade de pescados de alta qualidade, tratados e congelados, como Vermelho, Pescada Branca e Amarela, Badejo, Salmão, Agulhão Negro, Surubim, Linguado, Tilápia, Dourado, Atum, Caçonete, Sardinha, dentre outros, além de alguns tipos de bacalhau como, por exemplo, o exccelente bacalhau do Porto dessalgado e também bacalhau salgado de ótima qualidade. A loja oferece, também, uma variedade de mariscos, como ostra, mexilhões, sururu, siri catado, siri mole, kit mariscada, além, claro, da indiscutível diversidade e qualidade dos camarões disponíveis ao consumidor.

Além de todos esclarecimentos prestados, ao final da entrevista, uma ouvinte foi contemplada na promoção relâmpago com um quilo de um maravilhoso camarão à venda na loja. A ouvinte, primeira de muitos a ligarem para loja ansiosos pelo brinde, do bairro Salgadeira, não tardou a pegar seu prêmio na Camarão Vermelho. Esperamos que ela e sua família possam se deliciar com este maravilhoso camarão!!

terça-feira, 22 de março de 2011

Camarão Vermelho em Santo Antônio de Jesus

Inauguração

Iniciamos ontem nossas atividades e tivemos várias visitas de amigos.
Agradecemos a todos pelo apoio e divulgação!

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Como descongelar o peixe



O processo de descongelamento faz com que os alimentos voltem ao seu estado anterior, com o mesmo sabor, umidade e características. Aprenda a descongelar peixes corretamente e como preparar mariscos, para que eles fiquem saudáveis e perfeitos


A melhor maneira de descongelar o peixe é deixá-lo na geladeira, mantendo a temperatura de refrigeração, em sua embalagem original por 12 horas. A segunda opção é descongela-lo em água, colocando o produto imerso em água fria em sua embalagem original durante 2 horas, até que os filés possam ser separados facilmente. Outra opção é usar o forno microondas retirando da embalagem e ajustando a tecla descongelar conforme a potência do forno (Veja o manual do aparelho).

Não descongele em temperatura ambiente, pois pode estragar a textura.

ATENÇÃO: Se o peixe for descongelado, prepare-o no mesmo dia. Não o congele novamente. O peixe descongelado deve ser bem escorrido, enxugado com toalhas de papel e usado imediatamente.

Como conservar o peixe congelado


Em freezer a -18°C o peixe congelado pode ser armazenado por 12 meses em sua embalagem original. Na geladeira, o prazo de validade é 5 dias em sua embalagem original.

Uma vez descongelado, o peixe deve ser manipulado e preparado com ingredientes e condimentos como molhos, sopas, empanados, etc., podendo ser armazenado em freezer por até 4 meses, desde que esteja protegidos com embalagens plásticas próprias para freezer.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ômega 3: benefícios de uma alimentação saudável

Para a dieta do homem, os peixes apresentam diversas vantagens, pois são leves, têm poucas calorias e ajudam a controlar os níveis de colesterol no sangue. Eles possuem, praticamente, todos os nutrientes necessários para suprir a demanda do organismo, como cálcio, fósforo, ferro, iodo, cobalto e as vitaminas A, B1, B2 e D.

Outro benefício dos peixes está associado ao ômega 3, que nos peixes são abundantes; ele auxilia na diminuição dos níveis de triglicerídeos e colesterol ruim LDL, enquanto pode favorecer o aumento do colestrol bom HDL (diretamente ligado às doenças cardíacas). Possui ainda importante papel na diminuição dos riscos de arteriosclerose e ajuda na renovação celular, no desenvolvimento cerebral e no combate às inflamações.

O consumo do peixe é bastante indicado para crianças e idosos, já que está diretamente associado ao desenvolvimento escolar e à prevenção do Mal de Alzheimer.