sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Como descongelar o peixe



O processo de descongelamento faz com que os alimentos voltem ao seu estado anterior, com o mesmo sabor, umidade e características. Aprenda a descongelar peixes corretamente e como preparar mariscos, para que eles fiquem saudáveis e perfeitos


A melhor maneira de descongelar o peixe é deixá-lo na geladeira, mantendo a temperatura de refrigeração, em sua embalagem original por 12 horas. A segunda opção é descongela-lo em água, colocando o produto imerso em água fria em sua embalagem original durante 2 horas, até que os filés possam ser separados facilmente. Outra opção é usar o forno microondas retirando da embalagem e ajustando a tecla descongelar conforme a potência do forno (Veja o manual do aparelho).

Não descongele em temperatura ambiente, pois pode estragar a textura.

ATENÇÃO: Se o peixe for descongelado, prepare-o no mesmo dia. Não o congele novamente. O peixe descongelado deve ser bem escorrido, enxugado com toalhas de papel e usado imediatamente.

Como conservar o peixe congelado


Em freezer a -18°C o peixe congelado pode ser armazenado por 12 meses em sua embalagem original. Na geladeira, o prazo de validade é 5 dias em sua embalagem original.

Uma vez descongelado, o peixe deve ser manipulado e preparado com ingredientes e condimentos como molhos, sopas, empanados, etc., podendo ser armazenado em freezer por até 4 meses, desde que esteja protegidos com embalagens plásticas próprias para freezer.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ômega 3: benefícios de uma alimentação saudável

Para a dieta do homem, os peixes apresentam diversas vantagens, pois são leves, têm poucas calorias e ajudam a controlar os níveis de colesterol no sangue. Eles possuem, praticamente, todos os nutrientes necessários para suprir a demanda do organismo, como cálcio, fósforo, ferro, iodo, cobalto e as vitaminas A, B1, B2 e D.

Outro benefício dos peixes está associado ao ômega 3, que nos peixes são abundantes; ele auxilia na diminuição dos níveis de triglicerídeos e colesterol ruim LDL, enquanto pode favorecer o aumento do colestrol bom HDL (diretamente ligado às doenças cardíacas). Possui ainda importante papel na diminuição dos riscos de arteriosclerose e ajuda na renovação celular, no desenvolvimento cerebral e no combate às inflamações.

O consumo do peixe é bastante indicado para crianças e idosos, já que está diretamente associado ao desenvolvimento escolar e à prevenção do Mal de Alzheimer.